quinta-feira, 29 de outubro de 2009

Reflexão: Quanto?














"Quanto vale a paz?
Quanto vale a minha e a sua vida?
Quanto custa um valor deturpado?
Qual será o preço pra colocar ao contrário tudo que foi posto ao avesso?
A guerra? Ou meus filhos e netos serão felizes se eu abraçar a comodidade?
Já existiu o certo?
Ou sempre foi errado e apenas floresceu?
O ser humano realmente tem ou teve valores? Ou é normal torturar a própria espécie?
Fazer laboratório rotulado periferia desfrutar de lucros e chicotear suas cobaias...
Já teve valores? Matando outra população com arma química?
Ou apedrejando e escarnando o Pai de todos salvadores que apenas pregou bondade?
Toda essa confusão rodeia as nossas crianças e jovens
Que não distinguem a bela felicidade continua...
Da felicidade momentânea criminosa
E você? O que está fazendo?
Alimentando seu ego ou ajudando o próximo de coração?
Chora, reclama se diz revoltado e faz parte do laboratório?
Ou usa da revolta munição cultural pra reverter o jogo?
Essas perguntas faço pra mim mesmo o dia inteiro...
Pra todos que dizem ser a resistência...
Você é mesmo a mudança ou apenas abraça a desgraça?"



Danillo Britto - União Libertária












Link para essa postagem


3 comentários:

  1. É Danilo, se cada um fizesse essa pergunta a si proprio todo santo dia. Ia da tudo certo, to contigo nessa ai parcero Abraço

    ResponderExcluir
  2. Salve Salve isso mesmo atitude é esse o nome é nóis parceiro tou juntão tbem é nois !! ANDRESSA RDH

    ResponderExcluir
  3. Salve irmão, suas palavras já descreve o ser humano em toda a sua concepção maligna, sei que às vezes parecemo pessímista, mas como ser otimista em um planeta como o nosso?
    É possível ser otimista em um mundo onde vemos o nosso futuro (crianças) disputando comida com gatos, Ratos, Cachorros e vermes no lixão mais próximo?
    Dá pra ser ótimista em um mundo em que quando se envelhece não se tem mais o respeito de antes?
    Dá pra ser ótimista com uma lei tão omissa, uma escola em desgraça total onde lacionadores ensinam as crianças coreografias mundanas?
    Irmão, o futuro seremos nóis, será eu, você e todos que abraçarem essa causa justa, no papel hoje, no asfalto amanhã, UNL tá no sangue, tá na mente alertada pela vingaça, tá no coração pulsante pela justiça, tá nos olhos que já cansaram de chorar e agora quer a hora do revide, vamo pra frente, se quiser saber de nóis segue nóis, UNL sempre....

    ResponderExcluir