segunda-feira, 16 de novembro de 2009

Reflexão: Raciocínio















Muitas pessoas não tem a plena funcionabilidade das faculdades mentais, dependem dos outros para as mínimas atividades no seu dia-a-dia. Muitas vezes tratadas como estorvos por suas famílias, são maltratadas, humilhadas, e muitas vezes abandonadas aos prazeres do destino e da sorte, jogadas nas ruas sujeitas aos preconceitos e abusos de uma sociedade doentia, sem senso de solidariedade e amor, sofrem todos os tipos de humilhação, sofrendo mais traumas, sentindo-se abandonadas, tristes e sem o devido tratamento.O mesmo não acontece com seus cartões de aposentadoria, sociedade capitalista onde o dinheiro vale mais que a vida de um familiar, valores deturpados. Sofrimento sem fim, quando não nas ruas são amontoados e esquecidos nos asilos sem triagem, sem condições mínimas de saneamento, dormitório e Higiene. Eles dariam tudo para ter suas faculdades mentais e poderem viver e ser felizes, ou ao menos lutarem pela sua felicidade, e você o que faz com suas faculdades em ordem? Somos agraciados pela dádiva do raciocínio, no entanto somos ensinados a não usá-las, pois quem pensa é livre e incomoda. Reflita sobre sua vida, pense que você não precisa aceitar nada que te é imposto, que você pode e deve questionar, deve usar suas faculdades mentais e lutar para uma outra realidade. Afinal é o mínimo que podemos fazer por sermos agraciados pela dádiva de raciocinar, use de suas próprias fontes e raízes para ser livre em seus pensamentos conseqüentemente em atos.

Daniel Renato - União Libertária




Link para essa postagem


Um comentário: