sexta-feira, 11 de junho de 2010

Mudar só depende de nós!




Quanta hipocrisia, atos insanos por pura alegria..
Gente matando, morrendo, provando de toda agonia.
Sistema furado, descarrilhado, sem rumo e sem direção
Me deixa algemado, sem forças, enjaulado, guiado somente por minha intuição!
Viver ou morrer? Matar ou sofrer? Já não agüento mais essa preocupação!
Calar-me ou falar? Gritar ou sussurrar? Vivo sozinho em minha escuridão!
Filho do mundo, filho dos homens, fruto da indignação.
Ando morrendo, me despedaçando ao ver tanta contradição

Sutil ou feroz, amigo ou algoz? O que devemos encontrar?
Sistema veloz de alta destruição, governo sujeito à corrupção...
Perdido, estourado, o imundo ajustado, passando aos olhos de quem não quer ver
Finge que vê! mas não se discute. Gosto é gosto dificil entender?
Quem diz e impõe, e o que tem sobrepõe, não deixa vestígios de onde surgiu
Não basta mudar, teremos que voltar e concertar essa pátria gentil
Que por sua gentileza aceita a pobreza, violência e descaso sem ganho algum
Cabe a mim e a você, ter o pensamento de mudar um a um.

Autor: Raul Diamantino



Link para essa postagem


Nenhum comentário:

Postar um comentário