sexta-feira, 29 de outubro de 2010

Um ano Ano de UNL, parabéns a todos!

Gostaria de parabenizar todos que compartilharam momentos difíceis em prol de uma nação mais justa, e expor a vocês o que estou sentindo.
Enquanto sinto orgulho por hoje estar completando 1 ano de postagens no blog, surge também decepção por saber que quanto mais eu descubro, mais nojo vou sentindo desse sistema podre e mascarado.
Analisando as postagens desde a primeira, percebi que nossa atitude de querer mudar o mundo de forma repentina pode não ter sido a melhor opção, pelo menos não a mais concreta forma de querer mudar, mas toda iniciativa é valida.
Quando nos reunimos, eu e Danillo, indignados com a situação atual da sociedade e o nível de comodismo apresentado pelos jovens de nossa idade, sabíamos que tinhamos algo a fazer, mas não é por este motivo que devemos desistir no meio do caminho, parar antes mesmo de começar.
Sabe quando parece que em sua volta não tem ninguém, todos mergulhados profundamente no hábito de se alienar, a internet por muitas vezes me trouxe alegrias, mas desta vez, quando parei para pensar no que esse meio de informação nos proporciona, percebi o quão alienado nós somos, e o quão convincente é nossa capacidade de omitir este fato a nós mesmos.
Mesmo com a participação rara de alguns companheiros, estou firme e digo mais, a luta não acaba aqui. A princípio tínhamos um propósito de proporcionarmos a mudança individual através de reflexões postadas no blog, e o segundo passo seria encontrar um meio de proliferar esta idéia, não só no meio virtual, mas também no mundo real.

Como diria o Danillo...
“Pretendemos ir ate a morte por melhorias junto ao justo ... Achamos pelo menos pra nós a fórmula, (ou quem sabe para uma maioria) para acabar com a depressão contínua de pensar que vamos morrer um dia e que vamos ser apagados da história, sermos lembrados como pessoas que viveram uma vida fantasma, não fizeram nada e insistiram em pensar que não tinha jeito, enquanto nossos irmãos eram mortos sem piedade... A luta é por justiça social, tirando de vez do nosso povo o conceito de que a vida de quem tem mais dinheiro e poder, tem mais importância de quem “não tem nada”...
Não dá mais pra ficarmos quietos !! Cada dia que se passa, mais é profunda a revolta consciente e a determinação, iremos lutar por cada um, conscientizando que não podemos ser apenas carneirinhos alegres, submissos aos nossos medos e certezas impostas por tiranos inescrupulosos e materiais alienadores...”

Eu não quero continuar sem fazer nada, sabendo de tudo o que se passa com nosso país. Acredito que você não é fraco o bastante para querer calar-se diante deste sistema corrupto que nos cerca.
Quem assiste o horário eleitoral, provavelmente tem a mesma sensação que eu... Estamos sendo feitos de palhaços, na verdade esses dois candidatos armaram um verdadeiro circo. Basta doar dois minutos de seu tempo, para ver que a cada proposta citada no programa, o nível do eleitor é reduzido lá embaixo.
Estamos sendo humilhados por todo esse jogo de poderes, essa ganância, e essa mania de querer ter mais que o outro não importando o que é preciso para conseguir isto.

Convido a todos para fazer parte desta luta, com sujestões, temas, propostas, o que não pode faltar é a força de vontade, e creio que é chegada a hora de dar continuidade a esta união e pelo menos tentar mudar.

Conto com vocês!

Abçs

Raul Diamantino


Obs.: Gostaria de agradecer ao Nuno, Daniel, Edson, Helma, Sandrinha, Patricia, Kaab, Danillo, Mardonio, Prof Sheila, Jornal Voz Ativa, leitores.. E tantos outros que contribuiram mesmo que parcialmente para essa contínua luta, e que acredito que continuarão contribuindo.. Obrigado!

Related Posts with Thumbnails Continue lendo >>

domingo, 24 de outubro de 2010

Você é realmente livre?


Vivendo em meio a tanta discórdia, violência, desigualdade e principalmente desunião é praticamente impossível ser livre, ainda mais quando somos induzidos a usar roupas de certa marca, votar no político mais popular, criticar o que todos criticam e apoiar o que todos apóiam.
O ser humano se camufla um ao outro pensando todos da mesma forma, e sem notar estão todos amarrados em um mesmo paradigma e em uma mesma prisão.
O que é ser livre? O termo liberdade tem certo tom de contradição, pois como sou livre vivendo em sociedade? Sou livre até o momento em que começa a sua liberdade!
Posso expor meus pensamentos seguindo o termo Liberdade de Expressão, mas não devo usar deste direito para impor a minha opinião e fazer com que você deixe de ser livre e possa defender a sua.
Cada um enxerga a liberdade a seu modo, e temos que tomar cuidado para não sermos influenciados por pessoas que abusam de sua liberdade e com isso acaba privando-o da sua.


Seja livre, mas respeite o próximo.

por Raul Diamantino

Related Posts with Thumbnails Continue lendo >>

segunda-feira, 11 de outubro de 2010

Voto Branco, nem Direitos e nem Esquerdos




Então pessoal tá-se bem? Me ausentei um pouco da blogosfera por motivos de força maior, na verdade por pura vagabundagem mesmo, pois é, quem diria que O Sabotador fosse um vagabundo e sem futuro? Bom deixemos a conversa infrutífera de lado e vamos começar a falar a sério. Voto Nulo, Voto em Branco e Abstenção, o que essas coisas têm em comum? Bom se formos colocar essa pergunta permitindo uma resposta mais flexível ou até mesmo com um nível de abstração considerável, podemos dizer que são a mesma coisa praticamente, só se diferem na forma de serem levados a cabo.
Voto Nulo: Quando votas num número que não pertence a nenhum candidato, logo estás a anular o teu voto, isso claro quando são usadas urnas electrónicas para as eleições, quando são usados cédulas de votos é só votar em no mínimo 2 candidatos diferentes que o teu voto fica anulado.
Voto em Branco:  Como o próprio nome já diz é ficar numa fila por horas só pra dizeres “tou aqui, compareci, mas fodam-se vocês eu não irei votar em ninguém” tens o voto justificado, fica o registo de que chegaste a comparecer no local de voto só que não votaste propriamente dito, isso nos leva ao meu acto predilecto que é a Abstenção.
Abstenção: Ficas em casa, não dás a mínima pras eleições, devo admitir que quando a constituição te permite esse direito, esse sim é um direito de verdade, é a melhor coisa do mundo, podes fazer isso _|_ pros candidatos e ficar em casa fazendo algo útil pra tua vida e pra vida do teu vizinho, visto que o próximo candidato eleito não o irá fazer. XD

MAS POR QUÊ VOTAR EM BRANCO , NULO OU ABSTER-SE? VOCÊS DEVEM ESTAR A SE PERGUNTAR!

Primeiro já vou avisando que não vou escrever um texto dizendo como é que não votar é algo que pode mudar as eleições e tal, porque simplesmente não é verdade, afinal alguém vai ser eleito no final do dia, quer tu gostes ou não. Agora nesse exacto momento é que costumam aparecer os palhaços querendo se armar em espertos “então não é melhor escolher um candidato logo, visto que de qualquer maneira um vai ser eleito?” eu respondo a essa pergunta com uma outra “melhor pra quem? Pro povo que é enganado com promessas que nunca sairão do papel de discurso, pro aposentado que ganha uma merda depois de ter dedicado toda sua vida pra sustentar um estado parasita?”. Vamos aos factos, tudo bem que votar nulo, branco ou nem aparecer pra votar não é contabilizado, mas pelo menos quando feito de uma forma consciente e é isso que o povo tem que se conscientizar, ao contrário do que escuto e leio por aí, que só o voto consciente no melhor candidato pode mudar a situação em que a política se encontra.
Parando pra pensar, mas pensar de verdade, pode-se rapidamente ver que isso é balela, afinal por que cargas d’água eu ia querer votar em pessoas que são viciadas no poder, que apontam o dedo a países como China, Correia do Norte, Cuba e etc, quando fazem a mesma coisa numa suposta democracia? Políticos desonestos, fazem o que bem entendem no poder: traficam drogas, armas, putas, cometem homicídios todos os dias (sim eu os culpo por cada indigente que cai morto por causa da fome, por cada inocente que a polícia “dropa” com uma bala na cabeça, por cada viciado que morre de overdose e etc), corrupção (agem como se fossem putas das grandes empresas que financiaram a campanha e agora querem algo em troca), nepotismo e um mar de outras coisas que não vale a pena nem continuar a citar, mesmo quando existem provas desses crimes, eles não deixam o poder, ou quando deixam o poder é pra não serem caçados pra poderem aparecer nas próximas eleições como candidatos OUTRA VEZ.
Votar Nulo, Em Branco ou Abstendo-se, nada mais é do que uma forma de protesto muito válido, uma forma de protesto onde estar a dizer BASTA, uma forma de protesto onde deixas claro que não vais mais compactuar com as porcarias feitas pelos políticos do teu país, por enquanto ainda são poucos que o vêem dessa forma, mas acredito que um dia, muito mais pessoas tomarão consciência de que se não votarem, alguém vai ser eleito sim, mas com o passar do tempo, quando os políticos se aperceberem que o povo anda descontente, de olhos bem abertos, que já não se pode ludibriar-los tão facilmente, que estão prestes a receber aquele ultimato e que as palhaçadas deles já não têm a mínima graça (NUNCA tiveram, mas alguns, a maioria ainda os tolera), vão começar a se preocupar e isso já é um progresso.
O mais engraçado é que quando defendes esse tipo de ideias, pessoas o tomam por subversivo (o que na verdade eu sou e não o nego) e por um anti-democrata, bom conforme disse o grande Proudhon

“…como se a democracia pudesse se realizar de outro modo que não pela distribuição da autoridade, e que o verdadeiro sentido da palavra democracia não fosse a destituição do governo.”
Bom eu não sei quanto a vocês mas se for pra viver numa ditadura disfarçada de democracia (acontece na maioria dos países que se proclamam democratas, só que em uns menos que em outros) eu prefiro que venha logo a ditadura de verdade, pelo menos não estarão me iludindo que o meu voto pode mudar alguma coisa (na verdade só muda a mosca a merda continua sendo a mesma) e saberei que quem está no poder não vai sair e não verei pessoas se enchendo de esperanças a cada eleição sobre um futuro melhor, pra caírem na frustração pouco tempo depois.

Sou Nuno Sancha e espero que vocês aprovem esta mensagem! Estou de saída, até ao próximo post fellas.

Related Posts with Thumbnails Continue lendo >>