terça-feira, 26 de abril de 2011

Perfume de Uma Rosa

Onde é que eu estava que não vi acontecer?
O quanto levou foi pra eu perceber,
Que de tanto conversar com as rosas não pude notar,
Que o seu perfume nenhuma delas exala

O parecer doce do néctar é como sabor dos teus beijos
E a vejo como tal, mas com uma pitada de desejo
Que me sufoca lentamente, e num suspiro em silêncio
Me pego colhendo flores, com pensamentos inocentes.

Me acalmastes nos momentos de loucura,
Me trouxestes seus afagos de ternura
Estendeu-me a mão quando caí sem compostura
E ainda hoje me conforta em sua doçura.

Pensar em ti é como estar no paraíso
Onde o vento impulsiona o balançar dos teus cabelos
As estrelas remetem ao brilho seu olhar
E o cheiro das flores me lembra de ti, sem hesitar.




Raul Diamantino

Related Posts with Thumbnails Continue lendo >>